Faixas e Bandeiras

Pequeno Manual de Faixas e Bandeiras

 

1. SIGNIFICADOS GERAIS

Definição de Alguns Termos

Existem dois tipos de bandeiras:

Bandeira I: tecido fixado diretamente em um bastão.
 

Bandeira II: pode ser substuída e içada por uma bandeira presa a um cordão

Faixa/Banner:  derivado originalmente do francês „banier“ = bandeirinha numa lança. Através dela os soldados poderiam reconhecer de onde vinha o vento e assim saber para onde direcionar suas flechas.
Tecido retangular horizontal, fixado numa haste perpendicular que é carregado ou mantido no alto.

Estandarte: é uma pequena e significativa bandeira, que representatntes do Governo usam presas a um bastão horizontal ou vertical.

Banners, faixas, bandeiras, estandartes servem de símbolo de reconhecimento (por ex.: de associações, organizações); emblemas nacionais de Estados, países ou cidades; símbolos de nacionalidade ou de casas reais. Todos deixam claro aquilo com o qual nos identificamos; que nos submetemos a um determinado Poder e que concordamos com seus princípios fundamentais.

Através de cores e símbolos a nossa posição é expressa (por ex.: grupos esportivos em um estádio). Bandeiras fazem menção a determinadas datas e ocasiões especiais:
 
Celebrações, luto (a meio mastro), júbilo, vitória (esportiva), triunfo (atingir o pico), direito de posse (aterrissagem na Lua)

Infelizmente as bandeiras às vezes também são usadas para expressar ódio (por ex.. bandeiras americanas e israelitas queimadas pelo grupo terrorista de libertação da Palestina).

Na Alemanha, ofender ou danificar publicamente símbolos ou emblemas de um Estado Nacional (além de bandeiras se incluem também emblemas, selos, marcações de território) está sujeito à sanção.
 

2. SIGNIFICADOS BÍBLICO-ESPIRITUAIS

2.1 Definição das Palavras Hebraicas
(Fonte: Christã Egli, Kassettenvortrag, GZ Bad Gandersheim)

nec
Bandeira, estandarte, Panier, asta, banner (Êxodo 17:15 - Salmo 60:6)

A raiz da palavra nec é nacak
Aparecer ou brilhar à distância
Como uma bandeira se movimenta ao vento, esvoaça
Levantamos um sinal, aquele que carrega a faixa
Luz que brilha alternadamente, sinal luminoso, farol
Dali parte um sinal e nós estamos concentrados nele.

dagal
Levantar bandeiras, agitá-las com força
algo que chama a atenção , extraordinário, claramente visível,
exaltar-se, o mais alto e o principal expandir. (Nm 2:2 - Nm 10:14)

Na tradução alemã da Bíblia, estes termos hebraicos são frequentemente substituídos por sinalização de campo, sinais de vitória, sinais. Vale à pena ler a respeito nos livros de Isaías e Salmos. Diferenças de tradução ficam bem claras se observarmos também o texto da seguinte canção (We want to see Jesus lifted high – Queremos ver Jesus exaltado):
A banner that flies across this land (uma faixa que voa por essa nação)
como sinal de vitória em nossa nação

O Senhor é a minha bandeira (Jahwe nissi)
E Moisés construiu um altar para o Senhor e o chamou de:
“o Senhor é minha bandeira“
(Êxodo 17:15 )
Deus se revela nesta passagem com o nome de Jahwe („Eu sou o que sou“) Nissi („Eu sou a bandeira“). Eu acho interessante a passagem onde isto se encontra. O povo de Deus acabara de sair do Egito e de ter seu primeiro confronto vitorioso com Amaleque, quando Deus se revelou a eles com este nome. Os hebreus conheciam os sinais das hastes egípcias, que eram ornamentadas com seus deuses. O povo de Deus não devia sucumbir ao risco de procurar por ajuda e proteção em nenhum sinal ou símbolo. Deus mesmo, o Senhor, é a bandeira do seu povo.


2.2 Oito diferentes significados das faixas

2.2.1 Faixas anunciam um acontecimento

Jr 50:2 „Anunciem e proclamem entre as nações, ergam um sinal e proclamem; não escondam nada. Digam: 'A Babilônia foi conquistada; Bel foi humilhado, Marduque está apavorado. As imagens da Babilônia estão humilhadas e seus ídolos apavorados.“

Babel representa sempre o mundo que se opõe a Deus. Também em Apocalipse, João fala sobre Babel como sede do poder mundial do Anticristo que está por vir. Merodach era o mais alto deus dos babilônicos. Uma cruz ou faixa com a inscrição „Rei Jesus“ em nosso templo anuncia e proclama que Jesus é o Rei e Senhor desta igreja, cidade, país, etc.

Uma proclamação é uma corajosa declaração pública. Para todos, que crêem em Jesus Cristo, especialmente quando é declarada como uma verdade genuina de Deus. (Derek Prince)

Entretanto, faixas nunca podem tomar o lugar principal na proclamação. Este lugar pertence à pregação e à anunciação da Palavra de Deus. E por nada estas devem ser substituídas! (1 Co. 2:2, Jo 1:1, Mt 28:19-20)

Com faixas podemos também proclamar promessas ou versículos bíblicos proféticos que tenham sido ditos para a igreja. (ver faixa do fluxo da vida). Se permanecemos firmes nas promessas de Deus, então damos honra a ELE com isso.

Rm 4:20  „…e Abraão não duvidou por incredulidade nas promessas de Deus, pelo contrário foi fortalecido na fé, dando glória a Deus.“

O que se diz aqui a respeito de Abraão, também vale para nós. Nós honramos a Deus, na medida em que permanecemos firmes em suas promessas. Os Banners sustentam a nossa declaração de que nos mantemos nas promessas de Deus e somos chamados a fazer as Verdades de Deus visíveis e audíveis para as Nações, pois mesmo Deus solicitou isso declaradamente.:

Is 18:3 „Todos vocês, habitantes do mundo, vocês que vivem na terra, quando a bandeira for erguida sobre os montes, vocês a verão, e, quando soar a trombeta, vocês a ouvirão.“

Faixas e bandeiras proclamam fatos bíblicos e espirituais e possuem caráter invocatório e de sinalização.


2.2.2 Faixas são erguidas para cura e redenção da morte

Números 21:8 „O Senhor disse a Moisés: "Faça uma serpente e coloque-a no alto de um poste; quem for mordido e olhar para ela viverá."

Aqui a serpente de bronze não tinha nada de mágico em si, ao contrário dependia da fé do povo, dar um passo de obediência e olhar para a serpente.

Is 11:10  „Naquele dia as nações buscarão a Raiz de Jessé, que será como uma bandeira para os povos, e o seu lugar de descanso será glorioso.“ Aqui também a faixa do Senhor, Jesus, explica sua eficácia somente se ele for aceito em fé.


2.2.3 Faixas são utilizadas em encontros do exército e para orientação de um foco

Números 1:52   „Os israelitas armarão as suas tendas organizadas segundo as suas divisões, cada um em seu próprio acampamento e junto à sua bandeira.“

Números 2:3-25  „A leste, os exércitos de Judá acamparão junto à sua bandeira … Ao sul estarão os exércitos do acampamento de Rúben, junto à sua bandeira … A oeste estarão os exércitos do acampamento de Efraim, junto à sua bandeira … Ao norte estarão os exércitos do acampamento de Dã, junto à sua bandeira …“

Faixas auxiliam como meio de orientação no exército e em grandes acampamentos. O povo de Deus deveria acampar ao redor do centro, ao redor do tabernáculo, que a todo momento representava claramente a presença de Deus em meio a seu povo. (Jahwe-Nissi = Eu sou a vossa bandeira). Faixas indicam ao redor de que, de qual centro nós nos acampamos e reunimos. Fica claro que nós estamos sob o senhorio do Deus Triuno.


2.2.4 Faixas estão onde a luta acontece

Jr. 51:12  „Ergam o sinal para atacar as muralhas da Babilônia! Reforcem a guarda! Posicionem as sentinelas! Preparem uma emboscada! O Senhor executará o seu plano, o que ameaçou fazer contra os habitantes da  Babilônia.“

Is. 13:2  „Levantem uma bandeira no topo de uma colina desnuda, gritem a eles; chamem-nos com um aceno, para que entrem pelas portas dos nobres.“

Assim que mudamos de “fronte” através do sangue de Jesus, nos posicionamos contra a „Babilônia“.
Através da nossa confissão a Jesus erguemos uma faixa contra a Babilônia. A Babilônia irá cair, exatamente como o Senhor já determinou!


2.2.5 Faixas são um objeto de esperança e um símbolo de vitória

Sl 20:6 „Saudaremos a tua vitória com gritos de alegria e ergueremos as nossas bandeiras em nome do nosso Deus.“

Jo 12:13 „Pegaram ramos de palmeiras e saíram ao seu encontro, gritando: "Hosana! "Bendito é o que vem em nome do Senhor!" "Bendito é o Rei de Israel!“

Jesus venceu Satanás, a velha serpente, para sempre e o despojou de seu poder. Como filhos de Deus não estamos mais sob o poder do pecado. Nós expressamos nossa alegria por isso com bandeiras e esperamos ansiosamente que o nosso Rei retorne logo, em esplendor.


2.2.6 Faixas indicam o caminho

Is 7:14 „Por isso o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel.“

Is 62:10-11 „Passem, passem pelas portas! Preparem o caminho para o povo. Construam, construam a estrada! Removam as pedras. Ergam uma bandeira para as nações... Digam à cidade de Sião: Veja! O seu Salvador vem!“


2.2.7 Faixas oferecem proteção e segurança

Sl 60:4  „Mas aos que te temem, deste um sinal para que fugissem das flechas.“

A todos aqueles que temem o Senhor, foi dado por Deus, em Jesus, um sinal. Aqueles que temem ao Senhor reconhecerão o sinal, faixa, bandeira e sinal de vitória e poderão fugir das setas do maligno. Depende de nós, tornar o sinal audível (pregação, louvor, adoração...) e visível (teatro, faixas, bandeiras, dança…).
Ct 2:4 „…e o seu estandarte sobre mim é o amor.“

Em Jesus, Deus ergueu a si mesmo uma bandeira. Jesus é o símbolo da vitória! Numa infantaria de guerra o comandante máximo tinha um cadete ao seu lado, que carregava a faixa. O exército inteiro sabia por meio dela onde o comandante parava e para onde ele ia. Um dos objetivos principais do adversário consistia em capturar o comandante e derrubar o cadete do cavalo, a fim de que o restante da tropa ficasse desorientado e assim fosse mais facilmente derrotado. Se nós olhamos para a bandeira que é Deus, então temos orientação, comando e direção em nossa vida. A bandeira que é Deus nunca será derrotada. O próprio Jesus „tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público“ Cl. 2:15


2.2.8 Faixas fazem o inimigo bater em retirada

Is 59:19 „vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito do SENHOR arvorará contra ele a sua bandeira.“

Is 31:9 „…e os seus príncipes desertarão a bandeira.“

O inimigo também tem suas faixas e símbolos! Eu penso na suástica e no pentagrama (estrela de cinco pontas, que se apoia sobre uma das pontas e compõe uma cabeça de cabra, como símbolo de Satanás). O objeto sobre o qual um símbolo é colocado, frequentemente não é tão decisivo; importante é a declaração que ele esconde!

Sl 74:4.9 „Os teus inimigos bramam no meio dos lugares santos; põem neles as suas insígnias por sinais. …. Já não vemos os nossos sinais.“

Mt 24:15 „Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo, …“

Fica claro que o inimigo não tem a menor inibição para levantar seus símbolos em lugares decisivos! Esses símbolos suscitam algo em seus observadores.

Jr 4:19-21 „Ah! Entranhas minhas, entranhas minhas! Estou ferido no meu coração! O meu coração ruge; não me posso calar, porque tu, ó minha alma, ouviste o som da trombeta e o alarido da guerra. Quebranto sobre quebranto se apregoa... Até quando verei a bandeira e ouvirei a voz da trombeta?“

Nesta passagem Jeremias anuncia uma proclamação do juízo de Deus a respeito de seu povo. O próprio Deus conduz um inimigo do norte contra o seu povo e Jeremias quase morre quando recebe esta Palavra! Como o inimigo de Deus deve tremer e perecer, se ele ouve e vê as „trombetas de guerra“ (Shofar), os „gritos de guerra“ (Louvor e Adoração) e os símbolos de guerra (faixas e bandeiras) de Jeová-Nissi!!

Faixas possuem uma clara mensagem, uma clara declaração e são erguidas, para que se olhe para elas. Sempre que na Bíblia se faz referência ao termo „erguer“, „erguido“ ou quando algo é erguido, isto se refere ao poder de Deus (Êxodo 14:16 - Êxodo 17:11 o exército apoiado por Moisés; a cruz erguida).

Todos os oito significados dos símbolos de guerra / faixas do Antigo Testamento são também aplicados a Jesus:

Proclamação de acontecimentos
Em Jesus está a cura e a redenção da morte
Ajuntamento do exército; a cruz é o ponto central da igreja
A cruz é o campo de batalha entre a luz e as trevas
A cruz é um símbolo de vitória; para Satanás símbolo de derrota
Proteção e segurança – o sangue de Jesus derramado
Indica o caminho: o caminho da cruz, nosso Eu tem que morrer
O inimigo foge diante do sangue de Jesus



3. CORES E SÍMBOLOS

Em geral as cores e símbolos nas faixas e bandeiras tem um sério significado. Elas informam a respeito de uma determinada verdade de Deus. O significado das cores pode ser interpretado de múltiplas maneiras e há uma grande liberdade de utilizar todas as cores possíveis. Eu pessoalmente faço uso com prazer das cores do Tabernáculo. Utilizo com isso cores que possuem um claro significado.

3.1 Cores

Em Êxodo é descrito de maneira muito precisa como Deus deu instruções para a construção do Tabernáculo, dentre as quais indicações de algumas cores. O próprio Deus chamou Bezalel pelo nome e o preencheu com sabedoria, entendimento e conhecimento, a fim de que ele pudesse não apenas projetar trabalhos artísticos com ouro, prata e predras preciosas, mas também realizá-los (Êxodo 31, 1-11). Semelhante foi o chamado de Hirão, o ferreiro, que fabricou as colunas e todos os utensílios de cobre na construção do templo (1 Reis 7, 13-14).
Somente se considerarmos a confecção de faixas como um chamado de Deus é que poderemos produzi-las de maneira certa.
A seguir algumas cores e sua simbologia:

Ouro | Presença de Deus, Glória, Majestade
No Santo dos Santos tudo era de puro ouro. A coroa da arca com o Querubim foi forjada em um pedaço de ouro. O castiçal era composto de vários quilos de ouro e foi forjado de um único pedaço de ouro. (Quem ainda pode fazer algo assim nos dias de hoje?)

Prata | Libertação, Purificação
Jesus foi traído e vendido por moedas de prata. A prata tinha também no AT o significado de dinheiro de expiação: Êxodo 30, 11-16. Foi estabelecido para todos a mesma quantia, sem levar em conta o padrão social. As bases do Santo dos Santos no Tabernáculo foram construídas com blocos de prata. Os vergalhões de ligação (ou ganchos de ligação) de cada pilastra eram de prata e as vigas de sustentação juntamente com os ganchos das cortinas de linho – que separavam o pátio das tendas – eram também de prata.

Cobre | Humilhar-se diante de Deus, Arrependimento
Todos os utensílios para o sacrifício e o altar dos holocautos inteiro eram de cobre. Leia em 1 Reis, todas as coisas que Hirão construiu em cobre para o Templo Salomônico – simplesmente imponente!
A quantidade de cobre não pode ser pesada, tão grande era a quantidade necessária. Talvez isso seja uma indicação de que nós sempre pecamos de novo? Entre a Tenda do Encontro e o altar dos holocautos havia um lavatório de bronze para purificação (arrependimento).
Êxodo 30, 18-21

Púpura | Senhorio Real de Deus, Sacerdócio
Púrpura é a clássica cor real, porque era muito difícil e trabalhosa de ser produzida. Ela era extraída da concha de um determinado tipo de molusco. De acordo com o tipo de molusco e o método de coloração, o tom da cor oscilava de rosa fúcsia a lilás azulado. Em Êxodo 39,1-21 Deus dá instruções exatas de como as vestes dos sacerdotes deveriam ser. Veja também 1 Pedro 2,9; Êxodo 28,31 e Êxodo 36,8.

Vermelho | Sangue de Jesus, Cordeiro Sacrificado, Amor, Guerra Espiritual
Vermelho é a clássica cor do amor e ela encontra na abnegação de Jesus através de seu sangue sua mais alta consumação. (Como o diabo perverteu essa cor nas bandeiras de Hitler!!!)
Vermelho também significa proteção: marcar os umbrais com o sangue de um cordeiro antes do êxodo do Egito ou o relatório em Josué 2,1-21, onde o  cordão vermelho foi um sinal de proteção para Raabe.

Azul | Água da Vida, Corrente de Águas de Deus, Jesus Cristo que voltará do Céu à Terra, Esplendor Celestial

Branco | Pureza, Justiça, Santidade, sem pecados, A Noiva

Branco é o símbolo da santidade e pureza. Anjos geralmente vestem vestes brancas; Jesus voltará num cavalo branco e o grande exército que o segue em cavalos brancos está vestido de branco.

Turquesa | Espírito Santo (Ez 1:16-20)

Laranja | Fogo, Força de Deus (Ez 1,27)

Amarelo | Luz, Justiça (nascerá como o Sol)

Verde | Crescimento, Nova Vida, Graça


As cores da bandeira alemã poderiam então, por exemplo, ser assim interpretadas:
Pretocomo o pecado
Vermelhoatravés do sangue de Jesus
Ourona Glória de Deus


3.2 Símbolos

Um símbolo é um sinal indicativo, uma alegoria para uma terminologia ou processo. Através de um símbolo algo pode ser apresentado de uma maneira compreensível a todos. Símbolos reforçam nossa percepção. Quando você está na rua com uma criança, pode estar certo de que a primeira coisa que ela notará será a bandeirinha do sorvete. (Considerando naturalmente que ela conheça e entenda este símbolo.)

Através das cores e símbolos, faixas e bandeiras atingem um nível de nossos sentidos e percepção diferente daquele alcançado por uma pregação.

Exemplos
Cruz - CoroaÁguia
Cetro - PombaRosa - Lírios
Fogo - Cacho de uvasSerpente derrotada
Correntes quebradasTrombeta - Âncora
TrigoCálice - Leão
CordeiroMenorá (candelabro judaico de 7 braços)



4. POSSIBILIDADES DE MINISTRAÇÃO
segundo Cordelia Loew em „Louvor e Adoração com Faixas e Bandeiras“

4.1 Adoração

Na adoração damos honra a Deus pelo que Ele é. As Sagradas Escrituras são repletas de adoração a Deus. Eu encontrei três diferentes formas de adoração.

4.1.1 Atitude do coração
Gênesis 22:5 „Disse Abraão a seus servos: Fiquem aqui com o jumento enquanto eu e o rapaz vamos até lá. Depois de adorarmos, voltaremos.“

Adoração é uma atitude do coração, de entregar a Deus tudo; de colocar em Seu altar e deixar ir tudo o que nos é caro. Deus deseja que nada seja mais importante para nós do que ELE.

4.1.2 Sacrifício
Deuteronômio 26:10-12 „… E eis que agora eu trouxe as primícias dos frutos da terra que tu, ó SENHOR, me deste. Então, as porás perante o SENHOR, teu Deus, e te inclinarás perante o SENHOR, teu Deus.“  Restituir a Deus aquilo que a ELE pertence é mais uma forma de Adoração.

4.1.3 Posição corporal
A palavra correspondente à adoração significa também se lançar ao chão, em sinal de temor. Segundo um cerimonial da corte oriental, o súdito se lançava sobre o seu rosto diante de seu senhor. Ele se deitava longitudinalmente diante de seu rei, até que este o levantasse ou lhe pedisse para se levantar.- Diferentes posições corporais durante a oração ilustradas pela Bíblia: deitado, de pé, sentado, ajoelhado, ajoelhado com as mãos erguidas, com as mãos erguidas, através da dança, com faixas, com palvras, durante a noite…


4.2 Louvor
No louvor nós honramos a Deus pelo que Ele faz.
1.Pe 2:9  „Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.“

Sl 20:5 „Nós nos alegraremos pela tua salvação e, em nome do nosso Deus, arvoraremos pendões; satisfaça o SENHOR todas as tuas petições.“ (agitar as bandeiras com força)

Bandeiras, faixas, música e dança não são em si mesmos louvor, mas instrumentos auxiliares, através dos quais podemos expressar o louvor e adoração que estão em nossos corações. Nem nós nem o louvor devem ser exaltados, mas o SENHOR através de nós no louvor. Todos estes meios auxiliares podem contribuir para fazer o louvor a Deus na Terra ser magnífico. Beleza, esplendor e preciosidade pertencem a Deus. O Reino de Deus é paz, alegria e justiça no Espírito Santo (Rm 14:17). Ou seja, 1/3 é alegria e nós deveríamos utilizá-la para a Sua glória. Além disso também expressamos aqui realidades espirituais. É a nossa alegria com relação a fatos do mundo espiritual, como eles são descritos na Palavra de Deus.  Para um estudo intensivo de adoração e louvor aconselhamos o livro homônimo de Holger Petri.


4.3 Conduzindo a guerra espiritual
Ef 6:12 „porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.“

Essa guerra geralmente acontece juntamente com a adoração, pois onde Jesus é adorado, o inimigo foge. Jeová é o Senhor dos Exércitos (Zebaoth). A igreja é o seu corpo, que segue aquilo que a cabeça planeja e estabelece. Todo exército tem uma faixa própria, que torna visível sob qual senhorio este exército se encontra. Quando o Nome de Jesus é exaltado com faixas, então o foco de tudo se torna Jesus e o inimigo tem que ceder e tomar distância dos pensamentos e dos ares.


4.4 Faixa de oração
Em diferentes grupos de oração se pode por exemplo utilizar uma faixa especialmente preparada para isso. Portanto, os banners podem servir de inspiração de oração e ajuda quanto ao direcionamento dos pensamentos. Aqui deve-se seguir as orientações do Espirito Santo. Bandeiras de diversas Nações também podem ser utilizadas neste caso.


4.5 Apoio em oração
Para apoio num grupo de oração, como por exemplo, intercessão, podemos levantar bandeiras na parte posterior da sala onde nos reunimos. Isso pode ser feito também se o espaço é pequeno.


4.6 Tempo Pessoal diante de Deus
Uma área importante, na qual bandeiras podem ser utilizadas é em nosso tempo pessoal com Deus e sua Palavra. Este aspecto muitas vezes passa despercebido. Na comunhão com o nosso Senhor nós somos preparados, formados amados e crescemos na fé e na sabedoria de Deus. Este é o lugar no qual o próprio Deus nos fortalece, incentiva e exorta. Devemos utilizar tudo o que for necessário para ouvir a SUA voz o melhor possível. -  Se você não sente interiormente o chamado de Deus para agitar uma bandeira ou se você não sabe o porquê de movimentar a bandeira (ou dançar ou cantar ou atuar em qualquer outra atividade criativa), então a sua ação não terá nenhum efeito. Examine sua motivação se você só sente o desejo de movimentar bandeiras, levantar as mãos, dançar, etc. durante o culto. Dança, canções, bandeiras devem ser uma expressão do nosso amor por Deus. E não importa nem um pouco inicialmente se e quantas pessoas a estão vendo. Jackie Howard relata em seu livro como ela começou a sentir falta do prolongamento de seus braços e de como ela segurava toalhas e jubilava correndo pela casa. Comigo eram fitas e cordas. Deus está bem mais interessado em nosso coração do que em todas as fantásticas coisas que nós podemos fazer para Ele.


4.7 O Tempo de Preparação | Citação de J. Howard
„Assim como Ester teve que reservar tempo para todos os tratamentos de beleza, assim também nós precisamos de um tempo de preparação com o Senhor. Assim cresceremos, podemos ouvir Sua voz e podemos chegar ao lugar onde, em adoração seremos transformados à Sua imagem. Isto é válido seguramente para todos nós que somos criativos na área da música, que nos dedicamos à arte e dança. Você necessita de tempo para poder interpretar todas as impressões e inspiração do Espírito Santo; caso contrário existe o perigo de que o nosso entusiasmo se perca e de que nós vejamos muito poucos frutos em nosso trabalho. Em primeiro lugar o Espírito Santo é nosso Mestre e Conselheiro e Ele deseja tanto falar conosco no silêncio e nos dirigir.“

Rm 2:16 „…no dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens...“

Sl 18:34 „Adestra as minhas mãos para o combate“
Se deixe instruir pelo próprio Deus em seu tempo de quietude; utilize as bandeiras neste tempo e espere pelo que acontecerá.


4.8 Juntos em grupo
Quando um grupo movimenta as bandeiras de maneira sincronizada, a unidade se apresenta de forma espetacular. É necessário que se tenha a consciência de que isso não se trata de uma apresentação para ser vista; muito mais do que isso, a atuação em grupo auxilia a dirigir o louvor e adoração.
 

4.9 Atos Proféticos 4 Capítulo 5


4.10 Procissões
A palavra procissão vem do latim e significa „avançar“. Alguns exemplos de procissão na Bíblia:

A viagem pelo deserto foi entre outras coisas uma procissão com faixas (Números 2)
Quando o Senhor entregou a vitória, Miriã, a profetisa, tomou o tamburim e todas as mulheres se uniram a ela.
O povo teve que circundar Jericó por sete vezes. (Js 6)
O retorno da Arca da Aliança passou de mão em mão com brados de alegria, cânticos e dança. (1 Cr 15).
No Salmo 68 lemos sobre uma procissão para a santidade, da qual todas as tribos participaram.
Na inauguração do muro reconstruído de Jerusalém Neemias fez com que dois coros entoando louvores e cânticos andassem sobre o muro.
Josafá celebrou a vitória com uma procissão com harpas, alaúdes e trombetas (2.Chr. 20 )
A entrada de Jesus em Jerusalém montado no jumentinho: a grande multidão se alegrava e agitava palmas enquanto cantava „Hosana!“

Vivemos num mundo com modernos meios de comunicação, e mesmo nele bandeiras e faixas são utilizadas. Por toda parte são agitadas bandeiras e assim todos nos mostram que lá estão: UNICEF, Coca-Cola, Cruz Vermelha, clubes de futebol…

Onde encontramos as bandeiras para o Senhor, que apoiam a difusão da Boa Nova? Seja lá o que fizermos: nós devemos nos abrir ao Espírito Santo; de outra forma isso se transformará apenas num  „espetáculo“ vazio.



5. PERIGOS E USO INAPROPRIADO
*segundo Cordelia Loew em „Louvor e Adoração com Faixas e Bandeiras“

Bandeiras, faixas, dança e outras manifestações não tem em si nenhum poder. Elas apenas nos auxiliam como meios de expressão para anunciar a Verdade ou também como ato simbólico profético. No Velho Testamento os profetas eram frequentemente intruídos por Deus a realizar atos proféticos; às vezes toda a sua vida era voltada para isso:

Os 1:2 Deus ordena Oséias que se case com uma prosituta, como alegoria da infelidade do povo com relação a Deus.
Jr 27:2 Jeremias andava pela terra com jugos e cordas em volta do pescoço.
Is 20:3 Isaías andou 3 anos nu pela região.

Para conduzir um ato profético com objetos, bandeiras, etc. devemos verdadeiramente ser inspirados pelo Espírito Santo. É importante estar estreitamente ligado a ELE, para ouvir qual objeto deverá ser usado e como. Devemos prestar atenção para não atribuir ao Senhor algo que absolutamente não provém DEle. Os filhos de Arão morreram porque eles colocaram diante de Deus algo que Ele não lhes havia ordenado.

Lv 10:1-3 “E os filhos de Arão, tomaram cada um o seu incensário, e puseram neles fogo, e puseram incenso sobre ele, e trouxeram fogo estranho perante a face do SENHOR, o que lhes não ordenara. Então, saiu fogo de diante do SENHOR e os consumiu;“

Quando ouvimos à voz do Senhor, então a ministração com bandeiras será acompanhada de grande benção, força, e da presença de Deus. Não é possível estabelecer regras a respeito da realização de um ato profético com objetos; ele simplesmente acontece.

Eu penso por exemplo nas orações vespertinas do ministério infantil, onde nós construimos diferentes estágios de oração com objetos vários. Em um estágio se posicionava os materiais de forma espontânea, porque se queria transmitir uma impressão determinada na expressão da oração.

Eu penso numa reunião da igreja na qual os anciãos eram abençoados e no meio deles era erguida a bandeira de Jesus como sinal visível do senhorio de Deus entre eles.

Eu penso numa noite de louvor, na qual eu mesma senti numa determinada música que deveria mover as bandeiras vermelhas lentamente. Quando o canto aos poucos acabou, o líder de louvor teve a visão de um grande coração vermelho, que descia sobre as pessoas ali reunidas. Naquela noite muitas feridas foram curadas através do Amor de Deus.

Cordelia Loew relata em seu livro, entre outras coisas, também o seguinte:
„Alguém me contou uma vez que Deus lhe havia dito que ela deveria ficar na entrada de sua igreja com grandes bandeiras vermelhas e através de movimentos das bandeiras, envolver os irmãos e irmãs com o sangue de Jesus. Isso pode parecer ridículo para alguns de nós, mas e se Deus realmente disse isso? Imagine se Isaías ainda vivesse e nos visitasse nu durante o culto. Será que nós o levaríamos realmente a sério e creríamos que Deus lhe deu esse encargo?“

Jackie Howard a respeito do assunto:
„…neste ponto surge a pergunta: o que é „santo“ e o que é “oculto“? Uma coisa é certa: apenas porque nós por exemplo agitamos uma bandeira vermelha sobre a cabeça de alguém, que está sob o poder de Deus, não significa nem que esta pessoa terá compreensão desta forma de expressão ou tampouco que ela reconhecerá este ministério. De forma nenhuma o movimentar de bandeiras em si mesmo é o que opera para seja curado ou para que cativos sejam libertos– como se um pedaço de pano fosse „encantado“!

Não, a faixa ou as bandeiras são muito mais um prolongamento  de nossas orações, que liberam este poder. Nunca é o pano em si; trata-se de uma expressão do Espírito Santo. Nós não queremos manipular, ao contrário queremos fluir nas correntes de água do Espírito. Isso não acontece na nossa força e este é um ponto importante para aquele que está neste Ministério, que deve ser bem entendido.


Obviamente acontece que coisas que o Deus instituiu para um propósito específico, sejam utilizadas de maneira equivocada. Assim o Rei Ezequias ordenou que se fizesse em pedaços a serpente de bronze dos tempos do êxodo no deserto, porque o povo a levantara e dela fizera um ídolo, queimando-lhe incensos. (2. Rs 18:3-4) Um outro perigo é uma motivação impura ou exibição própria.

A esse respeito mais uma vez C. Loew:
„Tenha a consciência de que quando você ergue suas bandeiras, é a ELE, o seu Deus Criador, que você exalta e a ELE que você adora. Olhe para o seu coração e examine, se a sua motivação para agitar as bandeiras é pura. Você não deve se exibir. Isso não é necessário, porque você é uma maravilhosa criação e um filho amado de Deus….“

„Quando utilizamos as bandeiras como uma motivação errada, levamos até o Nosso Deus um „fogo estranho“. Usar as bandeiras para exibição própria é perigoso e impede toda a igreja de chegar a uma Adoração verdadeira. Você sabe que será observado, que olharão para você. E se isso te agrada, então volte para o seu lugar. O verdadeiro reconhecimento só pode ser dado a você por Deus. Esteja ansioso por buscá-LO e por agradá-LO.“


A este respeito aconselhamos um livro muito válido:

Santificação e Disciplina – citações de C. Loew
….o próprio Deus nos deu a direção da igreja e ela é o canal através do qual autoridade e unção fluem sobre nós.

…Autoridade não se toma, se recebe. Deus promove. Como os músicos e cantores, que se expressam através da dança e expressão corporal, tem que ser contratados pela liderança.

...os levitas deviam se submeter a diversos atos e somente então eram declarados aptos, a que se impusessem as mãos sobre eles. Davi, que lidou com isso de maneira desatenta, mais tarde o exigiu dos levitas, após ele ter sido repreendido pelo Senhor quanto a isso.
(1Cr 15:11-14)

….esteja atento à santidade exagerada durante as reuniões; alguns assim gostam de „ser vistos“, mas no momento em que pedimos a eles para ajudar na escola dominical, eles já não estão mais disponíveis. Humilhe-se diante do Senhor e das pessoas, então, no tempo certo, Ele te exaltará …. Deus te conhece e Ele sabe onde você mora.“


Carregando a faixa
Sl 15:1-2 „SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? Aquele que anda em sinceridade, e pratica a justiça, e fala verazmente segundo o seu coração.“

Deus procura verdadeiros adoradores, que O adorem em espírito e em verdade. O meio de expressão  nunca deve ser „carnal“. Se esta não provém de um relacionamento pessoal com Deus, ela pode facilmente se tornar turva. Carregue a faixa estando em paz com Deus; cuide para que nada esteja entre ELE e você. Vá diariamente diante de Seu Trono, ore e vive para Ele.

Nós não devemos esquecer que Satanás apenas rouba e perverte, ele não é capaz de trazer nada à criação. Somente Deus pode fazê-lo. Assim, deixo conclusivamente meu princípio guia pessoal com relação ao perigo do uso inadequado:
„O uso inadequado não deve proibir o uso!“

A Literatura está também disponível na banca de livros da Igreja de Christophstraße: buechertisch@christophstr.de

Cordelia Loew | „Louvor e Adoração com Faixas e Bandeiras“
(ISBN: 3934771432)

Holger Petri |  Adoração e Louvor – Fundamentos, livro de estudos

Jackie Howard |  „ Faixas e Bandeiras“ (ISBN: 3-931025-27-6)

Rory Noland | „O coração de um artista“ (ISBN: 389490464X)
 

[Home] [Was ist neu?] [so viel zu mir] [meine Arbeiten] [Shop] [Lehre] [Flaggenteam] [Aktionen / Seminare] [Netzwerk] [Links] [Kontakt/Impressum]

Stand:
09.03.2012